Turismo Vinhos Vinhos Franceses Wines

Viajando pelo Mundo dos Vinhos Franceses – Introdução

Introdução

Neste artigo vou-lhe falar de vinhos franceses a convite da empresa De Vignes En Vin que me sugeriu porque não falarmos também um pouco acerca dos fantásticos vinhos franceses no Clube de Vinhos Portugueses. Desafio aceite!

00202701
Com esta nova rubrica, pretendo dar ao leitor uma nova perceptiva acerca dos vinhos pelo mundo onde jamais desvalorizarei o nosso fabuloso vinho português. Muito pelo contrário. Apenas podemos sentir o pulsar das nossas atividades e estando inseridos na União Europeia, quando vemos a mesma atividade com métodos de trabalho e sabores diferentes.
Irei ainda abordar as principais regiões de França.

800px-cartes_des_vins_de_france-pt

A De Vignes En Vin nasceu do desejo de descoberta própria do proprietário, Sr. Luís Araújo Meixedo, português dos sete costados, e também da partilha com os amantes de vinhos de novos produtores, novas áreas, fora dos trilhos habituais e dos rótulos mais conhecidos. Estes viticultores investem tempo e esforço, com a exigência própria de nos oferecer a essência que representa o seu terroir, preenchendo os nossos copos de vinho com puro prazer! Venha daí descobrir comigo e com a De Vignes En Vin um pouco sobre este mundo fabuloso dos vinhos franceses!

A França é um país em que o vinho está inserido no quotidiano de seu povo, o vinho é um trunfo de seu povo, motivo de orgulho e prestigio internacional, seus vinhedos são a expressão máxima de qualidade, onde o terroir é gritante e fundamental. Os diferentes tipos de vinhos em pequenos espaços de terrenos, são marcantes.

Existem na França vinhos excepcionais e também grandes vinhos que devem ser bebidos sem grandes preocupações.A primeira preocupação de um enófilo que está prestes a conhecer os vinhos da França é saber diferenciar os vinhos, já que existem dezenas de denominações de origem e comunas com nomes de vinhedos.

Tudo muito semelhante a Portugal. Tem tanto de semelhanças quanto de diferenças. Conforme afirma o Eng. Paulo Laureano, os vinhos franceses não são melhores nem piores que os portugueses. São simplesmente diferentes.

10456432_10203344099065022_3014357486189341781_n

CONCEITOS BÁSICOS

Classificação dos vinhos franceses

Encontram-se nos rótulos dos vinhos franceses as seguintes especificações:

Vin de Table (vinho de mesa)
Vin de Table (vinho de mesa)

Vinho comum, feito sem muitos cuidados, não são muito expressivos e possuem baixo custo beneficio.

Vin de pays (vinhos de região)
Vin de pays (vinhos de região)

Vinho comum, também conhecido como vinho ordinário, teve seu nome modificado devido ao significado da palavra ordinário em outras línguas como o Português.

Vin délimité de qualité supérieure- VDQS (Vinhos Delimitados de Qualidade Superior)
Vin délimité de qualité supérieure- VDQS (Vinhos Delimitados de Qualidade Superior)

Nesta categoria temos vinhos realmente respeitáveis, de qualidade superior, que deverão seguir os mesmos critérios de um AOC, mas terão que passar por uma degustação técnica rigorosa. Pode ser considerada uma categoria de transição, pois normalmente os VDQS aguardam a regulamentação para AOC. Esta categoria representa uma pequena parte da produção francesa.

Appellation d'origine contrôlée- AOC (Vinhos de designação de origem controlada)
Appellation d’origine contrôlée- AOC (Vinhos de designação de origem controlada)

Nesta categoria estão os vinhos cujas qualidades são superiores aos anteriores, mas que nem sempre é garantia de boa qualidade, existe um controle mais rigoroso, e o vinho tem que ser dá zona especificada no rótulo e também obedecer a algumas especificações que estão na legislação especifica de cada região (como por exemplo: limite de produção por hectare, quais as uvas que podem ser cultivadas, os métodos de vinificação).

Terroirs

Os grandes terroirs

  • Vinhedo d’Alsace
  • Vinhedo Beaujolais
  • Vinhedo de Bordeaux
  • Vinhedo de Bourgogne
  • Vinhedo de Champagne
  • Vinhedo de Corse
  • Vinhedo do Jura
  • Vinhedo do Languedoc
  • Vinhedo de Provence
  • Vinhedo do Roussillon
  • Vinhedo de Savoie
  • Vinhedo du Sud-Ouest
  • Vinhedo de Val-de-Loire
  • Vinhedo do vale do Rhône

Espero que tenha gostado desta introdução aos vinhos franceses e fique atento pois esta será uma rubrica periódica, publicada 1 vez por mês.

Por vezes devemos também olhar para fora de Portugal. Só assim sabemos como trabalhamos.

Deixe o seu comentário