Os melhores Os Melhores Espumantes

Treze anos depois, chega o espumante Raríssimo By Osvaldo Amado

Raríssimo By Osvaldo Amado_LOW_C)2019 All Rights Reserved M&A CREATIVE AGENCY

Raríssimo By Osvaldo Amado

Um espumante simplesmente fascinante!

Os apreciadores de vinhos já conhecem bem o trabalho de Osvaldo Amado, reconhecido enólogo português, já com 32 vindimas de história, milhões de garrafas produzidas, com milhares de prémios atribuídos e muitas marcas que dispensam apresentações, como Casa de Santar ou Cabriz. Já fez todo o tipo de vinhos, exceto… os seus! E tinham de ser especiais, únicos, distintos. Tinham de ser raros, ou melhor, tinham de ser “Raríssimos”. Vinhos de ateliê, como joias nascidas da natureza, e a primeira é um espumante Extra Bruto Blanc des Blancs de 2006.

 

Osvaldo Amado é enólogo, faz vinhos há 32 anos. Já fez vinhos em quase todas as regiões vitivinícolas de Portugal, com destaque para a Bairrada, a sua terra de coração, para o Dão, o Douro, a Região dos Vinhos Verdes, e ainda Tejo, Lisboa e Alentejo. Já fez vinhos em Espanha, Itália, África do Sul e, atualmente, vinhos na Vinibrasil, empresa do Grupo Global Wines, produtor de vinhos como Casa de Santar, Cabriz ou Quinta do Encontro, onde é o diretor de enologia. Já produziu mais de, imagine, 600 milhões de garrafas, e já acumulou mais de 1100 prémios, entre Medalhas de Ouro e Prata, a nível nacional e internacional, sem falar em distinções profissionais, como já ter sido eleito “TOP Winemaker” no Concurso “Wine Master Challenge”, ter sido premiado como “Enólogo do Ano” pela Revista de Vinhos ou “Enólogo de Mérito” pela revista Paixão Pelo Vinho.

 

Depois de tantas conquistas, faltava materializar a essência. Há cerca de dois anos decidiu restruturar a sua vida, abandonando as consultorias para ter mais tempo para os vinhos do Grupo Global Wines e também reunir condições para criar os seus próprios vinhos, num estilo até agora nunca antes comercializado. Vinhos de ateliê, sejam eles clássicos ou modernos, mas sempre diferenciados pela originalidade e pela raridade, produzidos em edições limitadas. Assim nasceu a empresa Total Wines – Vinhos de Portugal e a marca Raríssimo By Osvaldo Amado. O objetivo ficou desde logo definido: produzir vinhos especiais, distintos e complexos… verdadeiras joias, delicadamente desenhadas, únicas, perfeitas, raras, desde sempre acompanhadas pelo seu criador!

 

É desta forma que chega o primeiro Raríssimo By Osvaldo Amado, um espumante Extra Bruto Blanc des Blancs de 2006, DOC Bairrada, 100% da casta Arinto. Prende-nos desde logo o olhar. O luxuoso estojo protege a garrafa de design francês, delicadamente envolvida por materiais nobres, com destaque para o rótulo onde “Raríssimo” sobressai, um trabalho de criatividade com a assinatura da Marques & Associados. Do processo de vinificação, o enólogo destaca que é “Creme do creme, aproveitou-se apenas 40% da uva, depois 50% fermentou em barricas de segundo uso. Contou com estágio de 11 anos em garrafa sur lie e 12 meses após o dégorgement”. Para Osvaldo Amado este espumante tem uma longevidade superior a sete anos. E revela “aspeto cristalino, com bolha muito fina e persistente. Apresenta cor palha atenuada, com tons esverdeados. Aroma pleno de complexidade e intensidade, perfil que mantém na boca, tem musse crocante, excelente frescura, é delicado e de longa persistência final”. Uma proposta que vai acompanhar na perfeição todos os momentos de celebração, especialmente à mesa. Existem 1500 garrafas, que agora chegam ao mercado pelas mãos da Vinalda, a um preço recomendado de venda ao público de 95 euros.

 

Em declaração, José Espírito Santo, diretor geral da Vinalda – Companhia Comercial de Bebidas, destaca que: “Excelência, genuinidade e raridade são características que raramente surgem em simultâneo num novo projeto vínico. Quando esse projeto é pensado e liderado por alguém como Osvaldo Amado, ao longo de quase duas décadas, temos de abraçar a oportunidade de representar a marca com grande paixão e entusiasmo!” E deixa antever o futuro, informando que no início do próximo ano chegam o Raríssimo By Osvaldo Amado DOC Dão tinto 2001, o DOC Bairrada branco 2015, o DOC Dão branco 2011 e o Clarete Clássico DOC Dão 2013.

 

Osvaldo Amado está apoiado por uma equipa de profissionais que tratam do processo produtivo, estando André Amado responsável pelo marketing e dinamização comercial. O enólogo garante que não pretende dedicar-se exclusivamente a este projeto, pois fazer vinho é a sua forma de vida, uma paixão que lhe permite: “transmitir a essência da natureza, com elegância e identidade, proporcionando momentos únicos de pura descoberta dos sentidos, despertando-os, surpreendendo-os, em cada momento de prova!”.

…..

RARÍSSIMO BY OSVALDO AMADO

Raríssimo By Osvaldo Amado_Packaging_LOW_C)2019 All Rights Reserved M&A CREATIVE AGENCY

Espumante DOC Bairrada Extra Bruto Blanc des Blancs 2006

Casta: 100% Arinto

Dégorgement: setembro de 2018

Álcool: 12% Vol. | Acidez Total: 7,5g/L | pH: 3,10 | Açúcares Totais: 2,3g/L

Quantidade Produzida: 1500 garrafas

P.V.P. Recomendado: 95€

…..

SOBRE OSVALDO AMADO

Osvaldo Amado é bairradino por adoção e oriundo de uma numerosa família de Angola, de onde, ainda jovem, veio para Portugal para continuar os seus estudos. Apesar de sonhar ser piloto-aviador, os escassos recursos financeiros familiares não o permitiram. Hoje, sente-se realizado por ter enveredado pela área agrícola, sendo toda a sua formação superior à volta do vinho, da vinha e da alimentação. Entre muitas outras formações, é Agente Técnico Agrário, fez o Bacharelato em Ciências da Alimentação e Nutrição e a Pós-Graduação em Enologia.

Osvaldo Amado_LOW_C)2019 All Rights Reserved M&A CREATIVE AGENCY

Iniciou a sua carreira em 1986 na Estação Vitivinícola da Beira Litoral. Desde então, tem vindo a trabalhar em muitas das regiões vitivinícolas de Portugal e é hoje um dos enólogos nacionais mais experientes. É conhecedor profundo da Bairrada, Dão, Douro, Vinhos Verdes, Tejo, Lisboa e Alentejo. Com mais de 30 anos de carreira, as garrafas por si produzidas ultrapassam já os 600 milhões de unidades e os seus vinhos conquistaram já mais de 1.100 medalhas entre Ouro e Prata, em concursos internacionais e nacionais. Lá fora o seu trabalho já se espalhou por Espanha, Itália, África do Sul e neste momento tem vínculo permanente com um dos mais importantes produtores do Brasil, a Vinibrasil, do Grupo Global Wines.

No seu percurso profissional passou pelas Caves Messias, Caves Primavera, Adega de Mealhada, Quinta do Cerrado, Grupo Enoport e Adega de Cantanhede, foi enólogo consultor na Quinta do Ortigão, Quinta dos Abibes, Quinta da Rede e Casa de Cambres, entre outras, antes de ter abraçado o projeto Global Wines onde é hoje diretor de enologia do Grupo.

É o responsável técnico por alguns dos mais prestigiados vinhos do País, como os Casa de Santar, Cabriz e Quinta do Encontro. Aí tem realizado um importante trabalho de consolidação e reestruturação do portefólio e definição dos estilos e categorias dos vinhos. No Top 100 das revistas internacionais “Wine Spectator”, “Wine Enthusiast” e “The Wine Advocate” de Robert Parker já conta com mais de uma dezena de vinhos bem classificados, em cada uma.

No decurso da sua atividade profissional, entre os prémios conquistados destaca-se a eleição “TOP Winemaker”, no Concurso “Wine Master Challenge” (2014). Em 2015 foi eleito “Enólogo do Ano” pelos “Prémios W” e “Enólogo do Ano” pela “Revista de Vinhos”. Foi, em 2016 que viu um dos seus vinhos ser reconhecido como Dão Nobre, pela Comissão Vitivinícola da região, sendo ainda o único tinto em cerca de três décadas a obter tal designação, o Casa de Santar Dão Nobre Tinto 2013. A revista “Paixão Pelo Vinho” atribuiu-lhe o Troféu “Enólogo de Mérito” (da década), em 2017, e nesse mesmo ano a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo entregou-lhe o Galardão “Prémio Carreira”.

Deixe o seu comentário