Prémios

São conhecidos os melhores vinhos de Espanha e de Portugal

vinhoduero2020

No total, participaram na VinDuero-VinDouro 2020 cerca de 1.000 vinhos representando centenas de produtores e adegas oriundas de 80 Menções Geográficas ou Denominações de Origem diferentes de Espanha e Portugal.

O Grande Arribe de Ouro foi atribuído a GALVÁN de Adegas Daniel Fernández que obteve 98,80 pontos na categoria de vinhos Brancos sem madeira. Trata-se de um vinho da D.O. Monterrei.

As senhoras do júri “em feminino” elegeram como Grande Arribe de Ouro em Feminino, com 99 pontos o vinho 100 HECTARES VINHAS VELHAS, um vinho tinto com envelhecimento em madeira entre 6 e 14 meses elaborado pelos produtores 100 Hectares, em plena região do Douro.

A excelência, é a nota predominante nesta Edição dos Prémios VinDuero-VinDouro, já que as pontuações refletem a altíssima qualidade dos vinhos que participaram, elevando o nível a pontuações muito próximas da perfeição (100 pontos), uma prova inequívoca de que os Melhores Vinhos de Espanha e de Portugal estão nos Prémios VinDuero-VinDouro 2020.

Após as provas cegas, realizadas pelo prestigiado júri internacional dos Prémios VinDuero- VinDouro, sagrou-se vencedor o vinho branco GALVÁN como melhor vinho de Espanha e de Portugal, no concurso realizado nos dias 4, 5 e 6 de agosto em Trabanca (Salamanca). Este vinho da D.O. Monterrei e elaborado por Adegas Daniel Fernández participou na categoria de vinhos brancos sem madeira obtendo 98,80 pontos.

Além deste importante galardão, o palmarés dos Prémios VinDuero-VinDouro outorga 104 Arribes de Ouro, destacando-se os seguintes vinhos como os melhores na categoria respetiva:

Espumantes e cavas: PATA NEGRA BRUT de J. García Carrión
Brancos sem envelhecimento em madeira: GALVÁN de Adegas Daniel Fernández
Brancos com envelhecimento em madeira: MARIA JOÃO RESERVA de Quinta do Solar do Arcediago
Rosés: GURDOS de Bodegas Gordonzello
Tintos sem envelhecimento em madeira: PEDROHERAS de Bodegas Pedroheras
Tintos com envelhecimento em madeira até 6 meses: VALE DE VILA de Vale de Vila e Figueira Lda.
Tintos com envelhecimento em madeira entre 6 e 14 meses: 100 Hectares Vinhas Velhas de 100 Hectares
Tintos com envelhecimento em madeira superior a 14 meses: FORAL DE CANTANHEDE GOLD EDITION BAGA de Adega Cooperativa de Cantanhede
Generosos e Doces: AMONTILLADO 1822 SOLERA FUNDACIONAL de Herederos de Argüeso
Vinhos de Autor: ALTOS R PIGEAGE de Altos de Rioja Viticultores y Bodegueros
Vermutes: AVENTÓN VERMOUTH TRADITIONAL de El Sabor del Vintage
 
Ao mesmo tempo, também se publica o palmarés dos Melhores Vinhos de Espanha e de Portugal segundo as mulheres do júri dos Prémios VinDuero-VinDouro 2020, galardões resultantes das votações das senhoras que fazem parte do Comité de Prova.

O Grande Arribe de Ouro em Feminino foi atribuído ao vinho 100 HECTARES VINHAS VELHAS, um vinho tinto DOC Douro com envelhecimento em madeira entre 6 e 14 meses, elaborado por 100 Hectares e votado com 99 pontos. Este prémio juntamente com os restantes Arribes de Ouro em feminino atribuídos pelas mulheres do Comité de Prova têm como objetivo dar visibilidade ao importante papel da mulher no mundo do vinho, como produtora ou como consumidora.

As mulheres do júri premeiam unicamente os vinhos extraordinários, pontuados com 90 ou mais pontos. Assim, os vinhos melhor classificados pelas mulheres, em cada categoria do concurso, são:

Espumantes e cavas: MARQUÊS DE MARIALVA CUVÉE PRIMITIVO de Adega Cooperativa de Cantanhede
Brancos sem envelhecimento em madeira: GALVÁN de Adegas Daniel Fernández
Brancos com envelhecimento em madeira: MARIA JOÃO RESERVA de Quinta do Solar do Arcediago
Rosés: GURDOS de Bodegas Gordonzello
Tintos sem envelhecimento em madeira: PEDROHERAS de Bodegas Pedroheras
Tintos com envelhecimento em madeira até 6 meses: VALE DE VILA de Vale de Vila e Figueira Lda.
Tintos com envelhecimento em madeira entre 6 e 14 meses: 100 Hectares Vinhas Velhas de 100 Hectares
Tintos com envelhecimento em madeira superior a 14 meses: FORAL DE CANTANHEDE GOLD EDITION BAGA de Adega Cooperativa de Cantanhede
Generosos e Doces: JUSTINO ‘S MADEIRA BOAL 10 YEARS OLD de Justino’s Madeira Wines
Vinhos de Autor: ALTO DO JOA de Casa do Jôa
Vermutes: AVENTÓN VERMOUTH TRADITIONAL de El Sabor del Vintage

Sem dúvida, em 2020, os Prémios VinDuero-VinDouro foram um êxito, dado que apesar das dificuldades relacionadas com a pandemia de COVID-19, teve uma participação similar ao ano anterior com vinhos originários de 80 regiões diferentes de Espanha e de Portugal.
Em números: quase mil vinhos participaram nesta edição, repartidos em 11 categorias diferentes, para um elenco de 60 provadores de alto nível. Cerca de 52,9% dos vinhos presentes no concurso eram provenientes de Portugal e 47,9% de Espanha.

O Comité de Prova, de grande prestígio Internacional, foi composto equitativamente por homens e mulheres de diferentes âmbitos profissionais ligados ao setor do vinho, com uma vasta experiência e conhecimentos que confirmam o profissionalismo e o rigor que os Prémios VinDuero-VinDouro contemplam, entre outros valores.

O júri foi presidido por Isabel Mijares y García-Pelayo  e foi integrado por Rodolfo Queirós, Begoña Jovellar, Carlos Gallego, José João Santos, Alexandra Mendes, Mar Galván, Jorge Alves, Agostinho Peixoto, Santiago Castro, António Sousa, Cristina Tierno, Julio Gallo, Ana Alves, Alma García, Patrícia Dos Santos, Helena Mira, Marina García, Ivo Silva, Arminda Ferreira, Miguel Ferreira, Carla Tiago, Ricardo Velasco, Carmen de Aguirre, Mário Andrade, Carmen Garrobo, César Pinacho, Mar Sánchez, Gerard Devos, María Giménez, Daniel Rainho, António Lopes, José Ignacio Marqués, Arturo Blasco, Luís Mendes, José Sánchez-Barba, José Valdearcos, Misericordia Bello, Manuel Capote, Carlos Javier Herráez, Mónica Otero, Jesús Flores, Rubén Redondo, Sergio Adámez, Valeria Zeferino, Anca Martíns, Adela Richer, Adela Viscay, Filipa Santos e Emilia Jofré.
Além dos três dias de intensas jornadas de provas cegas, nos quais o nosso prestigiado júri internacional pôde avaliar as características organoléticas de vinhos de 11 categorias diferentes, houve meses de constante trabalho que se viu refletido nos excelentes resultados desta XVI Edição, IV em Feminino e que conseguiram dotar os Prémios VinDuero-VinDouro do reconhecimento e prestigio que merecem, colocando-os no mapa mundial como um dos Concursos TOP do Mundo do Vinho.
VinDuero-VinDouro agradece ao Comité de Prova o rigor, profissionalismo e simpatia que nos trouxeram durante as três jornadas para avaliar os vinhos e desfrutar deste Território de Sensações durante as atividades desenvolvidas após as provas. Em definitivo, um agradecimento também a todos os produtores e adegas que confiaram neste Júri e nos Prémios VinDuero-VinDouro e a quem desejamos muito sucesso. De igual forma queremos evidenciar o trabalho excelente levado a cabo pelos profissionais de comunicação que estiveram presentes no evento para dar a conhecer ao mundo o que acontecia durante os dias 4, 5 e 6 de agosto em Trabanca.

Deixe o seu comentário