Arlindo Madeira (Phd) Reportagens

Vinho tinto pode aumentar a consciência e o prazer

Quem não relaxa com um copo vinho tinto

Uma taça de vinho tinto pode aumentar a consciência e o prazer, sim pode, é a conclusão mais impactante desta investigação académica.

Mais do que uma provocação, é um estudo cientifico que veio reforçar a ideia que Vinho não é uma bebida, não estamos perante uma mera bebida alcoólica, e ao contrário dos destilados por exemplo e outras bebidas o Vinho está do lado de uma vida saudável, bebido com moderação, é uma boa rotina associada à gastronomia, tradição e à refeição.

Acompanhamos estes ensaios ainda que à distância e por força do entusiasmo do Professor Arlindo Madeira que esteve envolvido no mesmo estudo, juntamente com Professora Matilde Barata e Dr. Rui Miguel Costa da Universidade de Lisboa do ISPAInstituto Superior de Psicologia Aplicada, e com participação internacional do Professor Marc Whittman da Universidade de Freiburg na Alemanha, que resultou num consórcio de investigação cientifica que que permitiu aos investigadores envolvidos concluírem de forma cientifica os efeitos do consumo de Vinho Tinto. 

A relevância científica do estudo prende-se com um maior conhecimento das propriedades sinestésicas do vinho. Para o consumidor, os resultados permitem-lhe saber que uma dose moderada de vinho tem, para além do prazer sensorial que nos proporciona e dos efeitos positivos que já se conheciam, nomeadamente a nível vascular, um efeito relaxante, que pode ser aproveitado, ao invés da utilização de medicamentos.

Para a indústria, nomeadamente o sector do Vinho, este estudo pode ser aproveitado em termos de marketing, de forma a contrariar uma tendência cresceste na União Europeia, que pretende colocar todas as bebidas alcoólicas na mesma categoria (o álcool é uma droga) e que nesse sentido, a levarem em diante essa associação pejorativa e errada faria do vinho um bode expiatório.  

Uma taça de vinho pode levar ao aumento da consciência?
Uma taça de vinho pode levar ao aumento da consciência?

Bebido em excesso, até o leite ou água pode ter consequências nefastas ao organismo humano, em todo o caso, já todos sabíamos que uma taça de vinho pode influenciar o humor, seja permitindo relaxar no final do dia ou da semana, assim como também aumentando nosso prazer enquanto bebemos com os amigos ou até sozinhos, assim ficamos a saber com presente pesquisa cientifica que beber vinho tinto pode aumentar a consciência e o prazer.

Esta investigação verificou que podemos observar em consumidores de Vinho um aumento da consciência, ou uma maior perceção do momento presente, logo o que pode chamar mais atenção e não menos relevante é que beber um copo de Vinho tinto pode aumentar a consciência e o prazer.

Este estudo, que foi publicado na Plos One uma paltaforma onde um conjunto de publicações influentes em todas as áreas da ciência e da medicina reportam de forma independente e rigorosa, estudos e suas conclusões, sendo as publicações neste sítio revisto pelos seus pares e depois disponibilizado ao público.

Neste estudo os investigadores envolveram 102 pesssoas, de diversas nacionalidades, pouco mais de metade eram mulheres e a média de idade era de 35 anos, numa experiência que implicou observar o seu consumo num estabelecimento comercial. O local foi o  Corkscrew Wine Bar, situado em plena Lisboa e num dos diversos circuitos turísticos.

Wine bar situado em plena Alfama - Bairro típico de Lisboa.
Wine bar situado em plena Alfama – Bairro típico de Lisboa.

Mas de uma centena de participantes, de todo o mundo envolveram-se nesta experiência e após beberem duas taças de vinho no Corkscrew Wine Bar, o investigador principal, Prof. Rui Miguel Costa (Phd), recrutou participantes que visitavam o bar e convidou-os a participarem na investigação sobre como o consumo moderado de vinho tinto provoca alterações na consciência.

Para conhecer mais detalhes, veja a entrevista à revista Wine Spectator que um dos investigadores concedeu, para o efeito clique aqui.

Voltando ao tema principal deste artigo (vinho tinto pode aumentar a consciência e o prazer), os resultados do estudo em detalhes segundo os investigadores, quando falámos sobre o mesmo com o nosso estimado Arlindo Madeira estes referem que  “O vinho tinto aumentou o prazer e a excitação, diminuiu a consciência do tempo, desacelerou a passagem subjetiva do tempo, aumentando o foco da atenção no momento presente, diminuindo a consciência corporal, assim como reduziu igualmente a velocidade do pensamento, tornou a imaginação mais vívida e tornou o ambiente mais fascinante ”.

Vinho tinto pode aumentar a consciência e o prazer é a principal e mais relevante conclusão que podemos extrair desta investigação científica, o que pode levar o leitor ou leitora a aproveitar (como se isso fosse preciso) e disfrutar de um ou dois copos de Vinho Tinto.

Entretanto interessantes conclusões também já chamaram à atenção da revista News Cientist, onde este estudo também foi notícia (veja aqui).

vinho tinto pode aumentar a consciência e o prazer.
vinho tinto pode aumentar a consciência e o prazer.

Deixe o seu comentário