Vinhos

SOGRAPE E INL PARTILHAM PATENTE DE SENSOR PARA CONTROLAR A MATURAÇÃO DAS UVAS

patente-sogrape-inl

Perspetiva de comercialização em todo o mundo leva a registo global da patente

 

A Sogrape e o INL – International Iberian Nanotechnology Laboratory – assinaram um acordo que estabelece a propriedade conjunta de uma patente já registada que descreve um sensor autónomo e miniaturizado que usa luz para medir, em tempo real, a maturação das uvas. Registada em vários países, esta é a primeira patente de base científica da Sogrape, numa altura em que assinala o seu 80º aniversário.

Este projeto resulta da parceria continuada entre a Sogrape e o INL, iniciada em 2015, para exploração de oportunidades de tecnologias emergentes, como a microeletrónica e nanotecnologia, para o setor vitivinícola.

Sem necessidade de retirar amostras na vinha nem fazer análises num laboratório, o sensor analisa a luz que é reemitida pelos tecidos da uva e que varia conforme os teores em açúcares e ácidos orgânicos aí existentes. Durante a maturação, os teores em açúcares aumentam e os de ácidos orgânicos diminuem.

A inovação do desenho reside na forma de fixação dos sensores no cacho de uvas e na capacidade de poder analisar vários bagos ao mesmo tempo, o que permite ter uma visão representativa da variação que existe não só dentro de cada cacho, mas entre cachos e entre videiras na mesma vinha, dando ao viticultor e ao enólogo uma visão precisa de como a maturação ocorre em cada local, em tempo real.

Deixe o seu comentário