Douro Produtores Turismo Vinhos Wines

Quinta Vale d’Aldeia

QVA LOGO

QVA LOGO

 

Estrada Nacional 331
Vale da Manta 6430-119 Meda
GPS: 40°58’11.5″N 7°14’31.6″W
email: geral@quintavaledaldeia.com
telemóvel: +351 963 644 321
telefone: +351 279 883 229
fax: +351 279 882 687

 

 

 

 

Mais uma vez do Concelho de Mêda chega-nos mais um grande produtor de vinhos. No caso, vinhos DOC Douro da designada sub-região de Vinhos do Douro Superior.

bghome

 A Quinta Vale d’Aldeia, devo confessar é uma total surpresa e tal só acontece com a dedicação e empenho de todos os intervenientes, começando pelo seu enólogo, Engº José Eduardo Conceição.

QVA1

A quem aproveito também para endereçar publicamente o meu agradecimento por algumas amostras que me fez chegar, sendo que algumas já se encontram provadas e classificadas.

QVA2

 A oferta deste produtor é diversa e visa a satisfação dos vários segmentos, tendo os vinhos aqui produzidos um excelente toque de sofisticação, versatilidade gastronómica além de serem muito multifacetados.

A zona constitui-se de um micro-clima e solo únicos, completando um dos terroirs perfeitos para a obtenção de vinhos de qualidade extrema. Diria mesmo de excelência, avaliando quer pela apreciação de consumidores e críticos em geral, quer pela obtenção de prémios nacionais e internacionais. É escolha por exemplo, quer do crítico alemão Hendrik Thoma ou Robert Parker. Concurso Mundial de Bruxelas, IWSC2014, 2014 Challenge International du Vin, 3º concurso de VDS, etc.

 (clique nas imagens acima para ampliar)

O produtor é já uma das principais referências da região demarcada do Douro, e muito concretamente dos Vinhos do Douro Superior.

 Aqui produzem-se vinhos com algum toque de acidez, o que lhes confere frescura e origina néctares jovens, delicados e sofisticados. Estes fatores são também ideais para que os vinhos consigam boa longevidade em garrafa.

VINHAS

“As vinhas encontram-se numa altitude que varia entre os 380m e os 600m estando as castas distribuídas segundo o tipo de maturação pretendida. Nos brancos realçamos o equilíbrio da acidez com o teor alcoólico e, por isso, as castas brancas estão situadas a uma altitude mais elevada, conseguindo-se assim vinhos mais frescos, mais aromáticos e, sobretudo, mais equilibrados. Quanto aos tintos, como as maturações são mais prolongadas, necessitando de mais calor para uma melhor evolução dos compostos fenólicos, as castas tintas encontram-se a altitudes inferiores, favorecendo este tipo de maturação.
As castas tintas selecionadas são a Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinto Cão, Tinta Amarela e Sousão.
Relativamente às castas brancas são essencialmente Viosinho, Rabigato, Gouveio, Alvarinho e Verdelho da Madeira.” ( Quinta Vale d’Aldeia )

 

8 Comentários

  1. boa tarde somos uma empresa distribuidora de vinhos na zona da Trofa e gostaríamos de comercializar os vossos vinhos, como podemos agendar uma reunião, deixo o meu contacto 912879856 João Sequeira(SEQUEIRA&ROCHA,LDA)

  2. Aqui no Brasil (São Paulo/Sorocaba) temos um supermercado que comercializa alguns rótulos da Vinícola. Já provei o Kasta Tinto 2012 e 2013 e Xaino X Tinto 2011 e 2014. Ótimas alternativas, vinhos bem elaborados e gastronômicos.

  3. Provei Kasta tinto e meus amigos Kasta branco, na Adega Regional Pichel, Campos, Valongo.
    Aprovado, onde se pode encomendar .

    1. Bom dia, agradecemos a apreciação. Quanto ao local de compra desconhecemos as lojas onde possa encontrar. Cumprimentos.

  4. Provei o Foral da Meda, branco, no restaurante Mauritânia, em Leça. Gostei, castas brancas tipicas do douro. Encomendei uma caixa.

Deixe o seu comentário