Alentejo Produtores Turismo Vinhos Wines

MONTE DO PINTOR

Na diversidade e no experimentar de coisas novas, está o ganho do provador. E para mim, e já me conhecem por este facto, quando mais desconhecido melhor!
Na diversidade e no experimentar de coisas novas, está o ganho do provador. E para mim, e já me conhecem por este facto, quando mais desconhecido melhor!
Na diversidade e no experimentar de coisas novas, está o ganho do provador. E para mim, e já me conhecem por este facto, quando mais desconhecido melhor!

 E assim é. Monte do Pintor, sim já tinha ouvido falar. Já sabia que os rótulos eram da autoria de João Cutileiro e são autênticas obras de arte. Faltava conhecer o paladar dos néctares.

Anteriormente tinha referido que Arraiolos é composto por um micro-clima muito particular no Alentejo, e que oscila entre o moderado e fresco com amplitudes térmicas que podem atingir os 30º em altura de maturação das uvas, sendo o solo argilo-calcário com afloramentos graníticos.

fundomonte

Muito embora os verões também possam ser quentes e secos, com período médio de sol de 8000 horas por ano, e chuva mais intensa no inverno na ordem dos 600mm por ano. A área de vinha é de 30 hectáres.

 2

Condições perfeitas para produzir vinhos distintos, resultando em provas deveras entusiasmantes, levando-me mais uma vez a provar a diferença.

fundoqsomos

E quando existem diferenças, nem sempre se pode falar de mais ou menos qualidade dos vinhos, mas sim de distinção. É o que entusiasma muitos críticos quando falam no Portugal vinícola: diversidade. Diferente de falar em monotonia. Que sorte temos então!

 monte

O projeto deu início há perto de 24 anos, e o primeiro vinho engarrafado com a marca Monte do Pintor, saiu há cerca de 21 anos.

 

VINHA

 

As encostas da vinha são suaves e estão expostas a Sul em solos já referidos anteriormente. No encepamento predominam as tradicionais castas tintas alentejanas Trincadeira e Aragonez bem como Castelão, Alfrocheiro, Tinta Caiada, Alicante, Moreto e e nas castas brancas Verdelho, Arinto e Antão-Vaz.

 

Inicialmente plantaram-se 4 hectáres, para favorecer o crescimento das cepas novas. Situação que perdurou até à colheita de 1999. A data das vindimas é uma decisão pelo enólogo, que diariamente, faz análises à maturação das uvas, casta por casta, controlando assim a acidez, o açúcar, a cor e a riqueza dos taninos.

 

ADEGA

 

A adega é moderna e tecnologicamente bem apetrechada, trabalhando apenas com uvas de produção própria.

 

Dispõe de ótimas condições de laboração e envelhecimento. As instalações são subterrâneas por forma a manter uma baixa amplitude térmica.

 3

 

Enólogo do Monte do Pintor: Engº. David Patrício.

 A produção média anual é de cerca de 90000 garrafas.

Sociedade Agrícola da Sossega, Lda Monte do Pintor – Igrejinha, 7040 – 202 ARRAIOLOS Portugal Tel.: +351 266 477 203  Fax: +351 266 477 405 e-mail: info@montedopintor.com                           tg@montedopintor.com
Sociedade Agrícola da Sossega, Lda
Monte do Pintor – Igrejinha,
7040 – 202 ARRAIOLOS
Portugal
Tel.: +351 266 477 203
Fax: +351 266 477 405
e-mail: info@montedopintor.com
tg@montedopintor.com

1 Comentário

Deixe o seu comentário