Outros Sabores

cavala
GASTRONOMIA COM CHEFE AUGUSTO LIMA
COLABORAÇÃO: Chefe Augusto Lima ( Al-zait ) – Cozinheiro, Formador, Consultor, Presidente da ACPA, Associação de Cozinheiros e Pasteleiros do Algarve . Vinhos e Sabores Falar de sabores nacionais é falar também de harmonização dos vinhos com a gastronomia. Portugal tem inúmeros sabores e paladares endógenos, logo, diversas formas de combinarmos vinhos e gastronomia. Para este apontamento trazemos um prato de Filetes de cavala alhada servida em cama de batata-doce, do…
taro_corms_2
Sabores dos Açores: Inhame
O Inhame é um tubérculo muito usado nos Açores como acompanhamento nas refeições, e pouco conhecido em Portugal Continental. Vulgarmente conhecido como “coco” (Pico, Faial e S. Jorge) pode comer-se de várias maneiras mas sempre cozinhado. A sua plantação é feita de 2 em 2 anos, na maioria dos casos, os de ano a ano são mais pequenos. Quando se apanha o inhame, tirando a planta da terra junto com…
logo-mor-valley
MorValley – Peso da Régua
A MorValley tem origem na Quinta da Capela em 1772, e parte agora para uma nova aventura vitivinícola. Sob comando do proprietério e enólogo, Engº Jose Carlos Monteiro Pinto, estamos em zona de solo granitico, de altitudes até 600m, estando sujeitos a ventos fortes e a um clima atlântico-continental. Invernos muito rigorosos e verões relativamente quentes. Estamos perante cerca de 120 hectares, entre vinhas velhas e vinhas novas que têm…
ovelha-churra
Sabores do Algarve – Ovelha Churra Com Chefe Augusto Lima
COLABORAÇÃO: Chefe Augusto Lima ( Al-zait ) – Cozinheiro, Formador, Consultor, Presidente da ACPA, Associação de Cozinheiros e Pasteleiros do Algarve . “Churra é nome de ovelha, um dos mais belos exemplares do gado ovino nacional, raça autóctone, considerada em vias de extinção e desde Maio de 2013, integrante da Arca do Gosto do Slowfood, fruto de um processo iniciado em 2011, quando foi estrela, pela minha mão, num jantar…
batata-doce-11
Sabores do Algarve – Batata doce de Aljezur, um tesouro sazonal
COLABORAÇÃO: Chefe Augusto Lima ( Al-zait ) – Cozinheiro, Formador, Consultor, Presidente da ACPA, Associação de Cozinheiros e Pasteleiros do Algarve . “A Batata-Doce é uma raiz e não um tubérculo como a batata, embora se pareça com esta e, por causa disso a reserva de nutrientes é maior na batata doce porque eles ficam nas raízes. È toda ela, raízes e folhas, usada na alimentação e fonte de inúmeras…
Salicornia
Sabores do Algarve – Salicórnia
COLABORAÇÃO: Chefe Augusto Lima ( Al-zait ) – Cozinheiro, Formador, Consultor, Presidente da ACPA, Associação de Cozinheiros e Pasteleiros do Algarve . “Também chamado espargo-do-mar, a Salicórnia é uma planta rica em vitaminas e minerais e usada também como substituto do sal e chamada de sal verde. O sabor e o seu conteúdo de sal advêm do facto de ser uma planta halófita, nasce e vive nas salinas e sapais…
capa-cataplana-2
Sabores do Algarve – Cataplana
COLABORAÇÃO: Chefe Augusto Lima ( Al-zait ) – Cozinheiro, Formador, Consultor, Presidente da ACPA, Associação de Cozinheiros e Pasteleiros do Algarve . A Cataplana é um dos símbolos do Algarve, como o são as Chaminés, os Dom Rodrigos, a Muchama de atum e tantas outras coisas que nos identificam. Ela (a Cataplana) significa o nome de um utensílio sobejamente conhecido assim como o de qualquer iguaria nele preparado. De origem…
chef-augusto-lima-8
Chef Augusto Lima – Quem é?
Augusto Lima é dos mais conceituados Chefes de Cozinha do Algarve, e como poucos conhece os seus sabores, segredos, as origens e muito importante, uma refinada técnica de confeção de todo o tipo de pratos gastronómicos. Como o próprio refere, “O Acto de cozinhar é um acto de amor”. Não poderia estar mais de acordo. Nascido em 1961, o Chef Augusto Lima conta já com 37 anos de carreira e está…
CHEROVIA FRITA
Tudo o que queria saber sobre a Beira Interior, Gastronomia Serrana e Características.
A CHEROVIA – Um produto único e genuíno   Ingredientes: Para 4  pessoas: 1 cherovia; 1 ovo; 1 chávena de farinha; sal; azeite para fritar. Confecção: Corta-se a cherovia em talhadas finas e estas em pedaços com 10 cm de comprimento (a largura é a da talhada da abóbora). Põem-se de molho em água fria com sal até o dia seguinte. Com o ovo, a farinha, água e sal prepara-se um…
bôla-de-Lamego
Sabores de Lamego
QUANDO OS SABORES SÃO UMA ARTE Em Lamego a gastronomia é uma Arte e uma Festa. Uma grande parte dos pratos e da doçaria tradicional tem uma história velha de séculos e as suas receitas passaram de geração em geração. Muitos dos doces mais conhecidos e apreciados tiveram origem nos conventos e foram criados no segredo dos deuses. É essa sabedoria e essa arte que as gentes de Lamego se…